O Batismo Do Espírito Santo

O Batismo do Espírito Santo é um tema polêmico entre os cristãos evangélicos. E não é de hoje! 

Mas, fatos desfazem sofismas.  A clara evidência bíblica do batismo do Espírito Santo é o falar em línguas. 

 

Leia: 

O Apóstolo Paulo perguntou a 12 crentes de Éfeso “que batismo vocês receberam?

Responderam: “O batismo de João” (Atos 19:3).

Paulo: “O batismo de João foi um batismo de arrependimentoe lhes impôs as mãos “veio sobre eles o Espírito Santo, e começaram a falar em línguas” (Atos 19:6) 

Portanto, como poderíamos “orar no Espírito Santo” (Judas 1:20) sem falar a língua do Espírito?

Ela é a comunicação “criptografada” entre você e Deus. Ele “conhece a intenção do Espírito”.

O diabo fica muito, mas muito curioso, por que ele não entende essa língua, pois, ela é peculiar e exclusiva aos “foram selados em Cristo com o Espírito Santo da promessa” (Efésios 1:13-14)

Lembra da oração de Daniel? Ele sabia que Deus ia responder. Correu e impediu por 21 dias a passagem do anjo com a resposta do Senhor. (Daniel 10.13)

Portanto, vejam a importância do “orar no Espírito” (Judas 1:20), pois o inimigo por não saber a “intenção” do Espírito; fica travado, sem ação.

É por isso que Paulo em (Efésios 6.18) recomenda: “Orem no Espírito…” Paulo conhecia o poder da oração no Espírito.

A experiência do batismo do Espírito Santo é REAL!