É Errado Dar Dízimo e Oferta Para Prosperar?

Esse tema tem sido objeto de muita polêmica entre cristãos evangélicos. Para começar não sou pregador da controvertida teologia da prosperidade. Tenho sim, a convicção de que não dou dinheiro para pastor ou para ministérios. Semeio no Reino de Deus.

Entregar o dízimo, de toda nossa renda é a prova de nossa obediência a Sua Palavra; Receber as bençãos prometidas, é a PROVA de que Deus é Fiel as Suas Promessas. Simples assim!

Alguns lideres argumentam que não é certo ofertar em troca de bençãos, o que seria o mesmo que barganhar com Deus. Isso não é verdadeiro porque Deus aprova nossa expectativa de receber em troca. Leia: a prosperidade é a recompensa do justo“. (Pv.13:21)

Se você é fiel e liberal com a obra de Deus; se abre sua mão e dá com alegria mesmo sem ter muito, você deve sim, reivindicar a promessa de bençãos financeiras. 

Mas, você pode me dizer que está em conformidade com tudo o que escrevi acima, e continua na “pindaíba”. Deixa eu te fazer uma pergunta: Você gasta MAIS do que ganha?

Há coisas que Deus não vai fazer por você, concorda? Abençoar é com Ele, praticar as leis que rege as finanças, é com você. Não meu irmão, não é errado dar o dízimo e ofertas para receber em troca Bençãos financeiras.

Mas, quero chamar sua atenção para outro assunto relacionado, que é a não obrigatoriedade do dízimo no Novo Testamento. A Palavra de Deus mudou? O Senhor Jesus invalidou o que está escrito?

Ou não é isso o que ELE diz: “não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir”. (Mateus 5:17) O dízimo é um mandamento que não foi abolido pelo Senhor Jesus (Mateus 23:23).

É claro que também o Apóstolo Paulo quando exortava os judeus cristãos a não voltarem as praticas da lei, ele estava se referindo a cerimonias, como por exemplo oferecer sacrifícios para expiação de pecados, etc…

Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem OMITIR aquelas” (Mateus 23:23) Aqui O Senhor Jesus diz para os judeus não deixarem de pagar os dízimos!

Mas, há o fator fé.

Se você crê que sua fidelidade fará Deus cumprir Sua Palavra e abrir as “comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” (Ml.3:10) e “Impedirei que pragas devorem suas colheitas“(Ml 3:11), então você pode sim ofertar a Deus em troca da sua Promessa. Ou você acha que quem retém os dízimos e rouba a Deus, escapa dessa palavra? grande maldição (Ml.3:9)

Finalmente, recomendo que você continue sendo fiel dando “a Deus o que é de Deus“( Mt.22:21) pagando os 10% de toda a sua renda. Oferte com fé, generosidade e alegria “pois Deus ama aquele que dá com alegria“(2Co 9:7)

Não é errado dar a Deus esperando algo em troca.Vocês serão enriquecidos de todas as formas…” (2Co. 9:11) Se você é fiel, reivindique, peça, busque a verdadeira prosperidade meu irmão!

Quanto ao enriquecimento de pastores e lideres reprovados, não nos cabe jugá-los. Darão conta a Deus! Façamos a obra com alegria e obediência! A Paz do Senhor fique contigo meu irmão.